Um doce que pode ser amargo

Mais um que me enganou!! – O MEL!?

É o que vão pensar depois de ler este artigo!
Sempre ouvi dizer que o mel é o melhor adoçante para os bebés. E provavelmente já ouviram dizer que os nossos avós, molhavam a chucha dos nossos pais, em mel, para os acalmar.

O pior é que actualmente, ainda é sugerido em grupos de mães, sites, revistas e até em livros. Mas a verdade é que não se deve dar Mel antes dos 12 meses, pois pode provocar Botulismo Infantil!

O mel contém esporos de uma bactéria (Clostridium botulinum) que pode desenvolver-se no sistema digestivo do bebé, libertando substâncias tóxicas – a toxina botulínica- para o nosso sistema nervoso, provocando um quadro de paralisia dos músculos, com insuficiência respiratória.

O Botulismo infantil é uma doença rara, grave e potencialmente mortal. Um diagnóstico precoce da doença e o tratamento adequado, é importante para que os bebés recuperem por completo.

Os sintomas do botulismo começam entre 3 a 30 dias após a criança ingerir os esporos. A obstipação é frequentemente um dos primeiros sinais de botulismo. Fique atento a outros sinais associados como: dificuldade em respirar, fraqueza muscular, maxilar “frouxo” que causa dificuldade na sucção, expressão facial alterada, letargia e baba excessiva e choro fraco.

Se desconhecia e deu recentemente mel ao seu bebé, deve partilhar essa informação com o médico assistente – Pediatra.

As mães que amamentam podem consumir mel. De acordo com o infantbotulism.org, é realmente seguro para uma mãe que amamenta consumir mel, uma vez que a bactéria, não é transmitida através da amamentação.
As receitas infantis que incluem mel que irá passar por temperaturas superiores a 180ºC durante mais de 5 minutos, podem ser incluídas na dieta do bebé antes dos 12 meses de vida.

O botulismo infantil foi relatado pela primeira vez em 1976 e, desde então, foram registados mais de 1000 casos.

 

 

 

Partilhar

Chamam-me Fada, ou Encantadora de Bebés! Mas na verdade sou Mãe, Mulher e Enfermeira. 

Sou uma Mulher madura, com formação na área da Saúde (enfermeira), sempre trabalhei no meio hospitalar e em paralelo desenvolvi um projecto pioneiro em Portugal chamado Kuantos Meses (Serviços pré e pós-parto).

Sou mãe de dois filhos, a Joana com 20 anos e o André com 16 anos. Com o crescimento deles surgiram novos interesses, como por exemplo o desporto e a fotografia. Associado ao desporto, uma alimentação saudável e um estilo de vida novo. Recentemente foi-me diagnosticada uma doença Auto-imune – Miastenia Gravis. Uma doença desconhecida para muitos e com a qual eu ainda estou aprender a viver. Sempre fui muito activa e sempre encarei os obstáculos como oportunidades para realizar novos projectos – Agora chegou o momento de fazer nascer o BLOG 

Femme

amamentação, Bactéria, botulismo, botulismoinfantil, Clostridium botulinum, Doença Rara, esporos, mel, Receitas, sistema nervoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *