Não imaginavam a sua vida sem filhos

Não imaginavam a sua vida sem filhos, o que não sabiam é que só iriam concretizar o seu sonho após 6 anos de um turbilhão de emoções e com menos 80 mil libras na conta bancária.

Esta história, trouxe-me tantos “sentimentos à flor da  pele”!
Pensei em tantos casais que choraram à minha frente, após lhe ter dado o resultado negativo, de mais um tratamento sem sucesso!

Hoje escrevo para todos os que atravessam um caminho mais ou menos longo, com único destino – UM FILHO!

Hannah é apresentadora de TV da CNN e o marido Lewis é Jornalista, ambos com 38 anos, moram em Londres. Começaram em 2013, a tentar engravidar. Com o diagnóstico de ovários poliquísticos e um útero bicorno, dois anos depois, fizeram a única Fertilização In Vitro possível, com comparticipação, pelo Sistema Nacional de Saúde.

Em 2016, o casal inscreveu-se em várias clinicas particulares e com um grande apoio da família e muitos sacrifícios, realizaram 14 Fertilização in vitro, com um custo total de cerca de 80 000 Libras.

Esta luta vai muito para além do investimento financeiro, foram longos anos de muitas emoções, de muitas lágrimas e de muita dor!

“As feridas dos inevitáveis altos e baixos, estarão sempre impressas na minha mente.”

O Casal foi colocado à prova, vezes sem conta! Inicialmente não contaram a ninguém e atravessaram as primeiras Fertilização In Vitro sozinhos, a um dado momento decidiram tornar público e aproveitar as suas profissões para partilharem com outros casais o que estavam a atravessar.

Eu recomendaria que partilhassem com outras pessoas o que estão passando. Hannah e eu não contámos nas primeiras rodadas de fertilização in vitro e sentimos que esse enorme fardo saiu de cima de nós quando finalmente nos abrimos.

Participaram num programa especial do canal 5 News, sobre fertilidade – Fertility – Fighting for a Family , onde foi discutido o trauma emocional de quem atravessa o processo de Fertilização in Vitro.
Hannan partilhou:

 Uma coisa que realmente é difícil de lutar, é com o sentimento de ciúme. Lewis viu-me em pedaços no chão, ao ouvir a notícia de alguém que eu amo, estar grávida. Você se odeia por isso. É terrível. É inveja, ciúme, impaciência e todas essas emoções envolvidas em uma.

No início de 2018, o casal teve alguma esperança quando descobriu que estava grávida, mas às 8 semanas a gravidez não evoluiu.

Em Março de 2019, quando o casal tinha decidido avançar com o tratamento com a doação de Gâmetas (Óvulos e Espermatozoides), algo incrível aconteceu! O ultimo embrião congelado, considerado de má qualidade, fez o inesperado, evoluiu!!!

E em Dezembro o embrião de má qualidade passou a chamar-se Sonny!

Quando me colocaram o Sonny no meu peito chorei!! Mesmo coberto de vernix e de sangue era perfeito, a emoção era simplesmente avassaladora. Chorámos os dois, muito! Eu senti tanto amor, mas também alívio. Pensei, cá está ele, nós realmente fizemos isto. Era como se estivéssemos prendendo a respiração todos esses anos e finalmente pudéssemos finalmente respirar.

Esta história, oferece um vislumbre de esperança para outros casais que estão a passar pelo processo exaustivo de fertilização in vitro.

Credit: Olivia West – The Sun

Partilhar

Chamam-me Fada, ou Encantadora de Bebés! Mas na verdade sou Mãe, Mulher e Enfermeira. 

Sou uma Mulher madura, com formação na área da Saúde (enfermeira), sempre trabalhei no meio hospitalar e em paralelo desenvolvi um projecto pioneiro em Portugal chamado Kuantos Meses (Serviços pré e pós-parto).

Sou mãe de dois filhos, a Joana com 20 anos e o André com 16 anos. Com o crescimento deles surgiram novos interesses, como por exemplo o desporto e a fotografia. Associado ao desporto, uma alimentação saudável e um estilo de vida novo. Recentemente foi-me diagnosticada uma doença Auto-imune – Miastenia Gravis. Uma doença desconhecida para muitos e com a qual eu ainda estou aprender a viver. Sempre fui muito activa e sempre encarei os obstáculos como oportunidades para realizar novos projectos – Agora chegou o momento de fazer nascer o BLOG 

Femme

doação de gâmetas, embrião, embrião congelado, emoções, emoções à flor da pele, Fertilização in vitro, FIV, Gâmetas, infertilidade, infertilidade feminina, infertilidade masculina, transferencia de embrioes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *