Menopausa

A Menopausa é um processo natural de envelhecimento da mulher, que acontece habitualmente entre os 45 e 55 anos.

Naturalmente com o evoluir da idade o corpo da mulher produz cada vez menos quantidade de hormonas chamadas estrogénio e progesterona.

Considera-se que a mulher está em menopausa quando não tem o seu ciclo menstrual por 12 meses seguidos. Existe um período de transição, em que as mulheres podem ter a menstruação, embora possa ser irregular. Os períodos podem ser mais ou menos abundantes e mais ou menos frequentes.

Quando a menopausa ocorre antes dos 40 anos, é chamada de “prematura” e quando ocorre antes dos 45 anos, é chamada de “precoce”. 

A menopausa após a idade de 45 anos é considerada normal e não há limite superior de idade para quando ela pode começar. No entanto, a maioria das mulheres entra na menopausa por volta dos 55 anos. Sendo assim, pode dizer-se que a idade média para chegar à menopausa é entre os 45 e os 55 anos de idade.

Os sintomas da Menopausa

AFRONTAMENTOS – São os sinais mais comuns na menopausa e são sensações repentinas de calor em todo o corpo. Durante um acesso de calor, a pele pode ficar avermelhada e quente e é acompanhada de transpiração. Os afrontamentos costumam durar entre 30 segundos e 5 minutos, sendo que algumas vezes envolvem calafrios e decorrem, maioritariamente durante o primeiro ano.
INSÓNIA E SUORES NOTURNOS – O que pode trazer cansaço, stress ou provocar maus humores. A sudorese (transpiração) noturna é um factor que influencia negativamente o sono e agrava, portanto, o cansaço e a irritabilidade. Além disso, não sendo capaz de descansar adequadamente, as mulheres que sofrem de insónia também têm fadiga, o que dificulta muito a sua vida diária.
SINTOMAS PSICOLÓGICOS E EMOCIONAIS – Devido às alterações hormonais, é comum passar rapidamente da tristeza à irritabilidade, e depois ser excessivamente sensível e emocional. Além disso, esses sintomas aumentam devido à insónia que impede o repouso noturno e a incidência de afrontamentos.

SECURA VAGINAL – A queda dos níveis de estrogénio podem fazer com que a vagina se torne mais seca, o que pode levar a irritação ou dor durante o sexo. Pode ser necessário usar um lubrificante ou um hidratante vaginal para tornar o sexo mais fácil e confortável. A terapia de reposição hormonal (TRH) é útil para aliviar a secura vaginal e pode ser considerada se os tratamentos não hormonais não forem eficazes. Os sintomas também podem ser aliviados usando produtos próprios para a higiene intima e  roupa interior de algodão.

ENFRAQUECIMENTO DA BEXIGA e o afinamento da abertura da bexiga (a uretra) pode ocorrer com a menopausa, resultando em perdas de urina quando a mulher ri, tosse ou espirra. Menos comum é a micção  ser dolorosa ou vontade de ir à casa de banho com maior frequência. Pode ocorrer, com maior frequência infecções urinárias. Neste casos recomenda-se exercícios do pavimento pélvico, para ajudar a a melhorar o tónus muscular da zona perineal

DOR NAS ARTICULAÇÕES – Apesar de não ser clara a associação entre os níveis de estrogénio e a artrose, não deixam de ser frequentes as queixas de dor articular após a menopausa, ocorrendo estas queixas mais frequentemente nas mulheres do que nos homens. Há um risco aumentado de osteoporose pós-menopausa

AUMENTO DE PESO – Os níveis mais baixos de estrogénio podem desempenhar um papel no aumento do peso após a menopausa; outras causas incluem a lentificação do metabolismo com a idade, uma dieta menos saudável, a diminuição da atividade em comparação com quando se era mais nova e a privação de sono.

DIMINUIÇÃO DA LIBIDO – A diminuição da libido não é inevitável com o envelhecimento, mas a menopausa pode contribuir para a mesma devido à redução das hormonas sexuais (estrogénio e testosterona). Poderá também existir um menor interesse sexual se as relações forem desconfortáveis ou dolorosas, devido à secura e fragilidade dos tecidos vaginais.

FLACIDEZ DA PELE – Após a menopausa, há uma diminuição do colagénio dos tecidos da pele que leva a uma perda da elasticidade da mesma. Deste modo, observa-se uma aceleração do envelhecimento da pele e aparecimento de rugas. Os efeitos do envelhecimento da pele são mais evidentes nas mulheres fumadoras e com sobre-exposição solar

SECURA OCULAR – Após a menopausa, algumas mulheres queixam-se de sensação de secura ocular, muitas vezes associada a maior sensibilidade à luz, visão turva, lacrimejo e pálpebras inchadas ou avermelhadas.

A incidência de todos estes sintomas  e a duração dos mesmos depende do organismo de cada mulher: Há mulheres que sofrem durante alguns meses e outras anos.

O acompanhamento por um médico especialista nesta fase é muito importa. Muitas vezes existem tratamentos que podem diminuir os sintomas que referi, ou até fazê-los desaparecer!

Não viva está fase da sua vida sozinha, porque não está sozinha!

Partilhar

Chamam-me Fada, ou Encantadora de Bebés! Mas na verdade sou Mãe, Mulher e Enfermeira. 

Sou uma Mulher madura, com formação na área da Saúde (enfermeira), sempre trabalhei no meio hospitalar e em paralelo desenvolvi um projecto pioneiro em Portugal chamado Kuantos Meses (Serviços pré e pós-parto).

Sou mãe de dois filhos, a Joana com 20 anos e o André com 16 anos. Com o crescimento deles surgiram novos interesses, como por exemplo o desporto e a fotografia. Associado ao desporto, uma alimentação saudável e um estilo de vida novo. Recentemente foi-me diagnosticada uma doença Auto-imune – Miastenia Gravis. Uma doença desconhecida para muitos e com a qual eu ainda estou aprender a viver. Sempre fui muito activa e sempre encarei os obstáculos como oportunidades para realizar novos projectos – Agora chegou o momento de fazer nascer o BLOG 

Femme

artrose, Ciclo menstrual, colagénio, dia mundial da menopausa, Estrogenio, insónia, menopausa, osteoporose, progesterona, sintomas, suores noturnos, testosterona

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *