Gravidez depois dos 40 anos

Engravidar após os 35 ou até os 40 anos, é cada vez  mais comum. No meu dia-a-dia na PMA (Procriação Medicamente Assistida) lido diariamente com mulheres que recorrem a consultas de Fertilidade, para alcançarem melhores resultados!

Os estudos dizem que se, por um lado, existem maiores riscos associados à gravidez tardia, por outro, as mulheres possuem mais maturidade para ter filhos, e na maioria das vezes uma condição financeira mais favorável.

Mas há que estar consciente dos riscos desta opção:

  1. Envelhecimento dos óvulos
  2. Aborto Espontâneo
  3. Alterações no crescimento fetal, levando a uma condição conhecida como Restrição do Crescimento Intra-uterino (RCIU).
  4. Probabilidade de desenvolver pré-eclâmpsia (elevação dos níveis da pressão arterial na grávida). É a principal causa de mortalidade materna, sendo fundamental o diagnóstico e tratamento imediato, impedindo a evolução para formas graves, como a eclâmpsia ou síndrome HELLP.
  5. Aumento de parto prematuro. O aumento ocorre em mulheres com mais de 35 anos, principalmente após os 40 anos de idade.
  6. Descolamento prematuro de placenta.
  7. Diabetes gestacional.
  8. Aumento da incidência de cesarianas.

Partilhar

Chamam-me Fada, ou Encantadora de Bebés! Mas na verdade sou Mãe, Mulher e Enfermeira. 

Sou uma Mulher madura, com formação na área da Saúde (enfermeira), sempre trabalhei no meio hospitalar e em paralelo desenvolvi um projecto pioneiro em Portugal chamado Kuantos Meses (Serviços pré e pós-parto).

Sou mãe de dois filhos, a Joana com 20 anos e o André com 16 anos. Com o crescimento deles surgiram novos interesses, como por exemplo o desporto e a fotografia. Associado ao desporto, uma alimentação saudável e um estilo de vida novo. Recentemente foi-me diagnosticada uma doença Auto-imune – Miastenia Gravis. Uma doença desconhecida para muitos e com a qual eu ainda estou aprender a viver. Sempre fui muito activa e sempre encarei os obstáculos como oportunidades para realizar novos projectos – Agora chegou o momento de fazer nascer o BLOG 

Femme

Diabetes gestacional, Fertilidade, gravidez, gravidez tardia, maturidade, mulheres, PMA, Pré-eclampsia, Procriação medicamente assistida, Restrição do crescimento Intra-uterino, riscos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *