Fertilização In Vitro

A fecundação é um processo fisiológico que ocorre nas trompas, quando os espermatozoides atingem esta região do sistema reprodutivo feminino e fecundam o óvulo, dando origem ao Zigoto.

Na fertilização In Vitro a fecundação do óvulo pelo espermatozóide acontece fora do corpo da mulher, em laboratório.

Neste processo é usado o ciclo menstrual da mulher, por volta do 2º/3º dia, inicia-se a estimulação dos ovários, com recurso a medicação injetável, durante um período médio de 10 a 12 dias. Neste período realiza-se várias vezes a monitorização ecográfica que determinará o dia ideal para a colheita dos ovócitos.

Este procedimento, também designado por punção ovárica, é efetuado por via vaginal, com controlo ecográfico e sob sedação, de modo a ser totalmente indolor. 

Após a colheita de ovócitos, e a colheita de esperma, realiza-se a fertilização in vitro, processo em que os espermatozoides são colocados em incubação com os ovócitos obtidos. Ao fim de cerca de 16 a 18 horas é confirmada a ocorrência ou não de fecundação.

Regra geral, um a dois embriões são transferidos para o útero da mulher, 2 a 5 dias após a colheita dos ovócitos, num processo simples, habitualmente indolor que não requer qualquer tipo de sedação ou analgesia.

Cerca de 15 dias após a punção folicular deve ser realizado um teste sanguíneo de gravidez.

As taxas de sucesso com a FIV rondam os 30% por cada tentativa. Estas taxas dependem da idade da mulher, passando a ser inferiores a 5% a partir dos 42 anos.

Partilhar

Chamam-me Fada, ou Encantadora de Bebés! Mas na verdade sou Mãe, Mulher e Enfermeira. 

Sou uma Mulher madura, com formação na área da Saúde (enfermeira), sempre trabalhei no meio hospitalar e em paralelo desenvolvi um projecto pioneiro em Portugal chamado Kuantos Meses (Serviços pré e pós-parto).

Sou mãe de dois filhos, a Joana com 20 anos e o André com 16 anos. Com o crescimento deles surgiram novos interesses, como por exemplo o desporto e a fotografia. Associado ao desporto, uma alimentação saudável e um estilo de vida novo. Recentemente foi-me diagnosticada uma doença Auto-imune – Miastenia Gravis. Uma doença desconhecida para muitos e com a qual eu ainda estou aprender a viver. Sempre fui muito activa e sempre encarei os obstáculos como oportunidades para realizar novos projectos – Agora chegou o momento de fazer nascer o BLOG 

Femme

Ciclo FIV, Ciclo menstrual, Esperma, espermatozoides, Fertilização in vitro, FIV, folículos, ovócitos, Óvulos, punção ovárica, sedação, transferencia de embrioes, zigoto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *