Capacidade do estômago do bebé

Um recém-nascido tem um estômago minúsculo do tamanho de uma cereja. Consegue conter uma colher de chá (5 a 7 ml) de colostro ( primeiro leite). Como o estômago é muito pequeno, ele sente a necessidade de comer mais vezes, o que pode parecer que está com fome!
Nas primeiras 24h, ele pode ir à mama entre oito a doze vezes. Esta estimulação é essencial para aumentar a produção de leite, portanto, alimente-o sempre que ele pede e não com relógio.

Ao terceiro dia, o estômago já é 4 vezes maior (22 a 27 ml), a descida do leite, está prestes a acontecer e a por isso vai ter a quantidade de leite que o bebé precisa! Para ter a certeza disso, continue a dar de mamar em horário livre e vigie, as fraldas que devem ter xixis.

Após uma semana, a amamentação já está mais fácil. O estômago do bebé é do tamanho de uma ameixa, com a capacidade para cerca de 45ml a 60 ml. O bebé, começa a recuperar o peso perdido, até porque o leite de transição está a transformar-se em leite maduro, mais transparente e com mais água. O leite materno maduro consiste em 90% de água e 10% de carboidratos, proteínas e gorduras necessárias para o crescimento e a energia.
Quando o bebé completa um mês o seu estômago é do tamanho de um ovo, com a capacidade para cerca de 80 a 150 ml de Leite. Nesta altura o bebé já recuperou o peso com que nasceu e espera-se que aumente cerca de 150g a 200g, por semana.

Agora que já sabe, não se esqueça que isto está feito para que use o que tem. Dar nos primeiros dias, uma quantidade de leite superior ao que o bebé precisa, pode dilatar o estômago do bebé. O que irá reflectir-se para sempre na sua alimentação!

Termino com aquela minha célebre frase:

Acredite nas suas maminhas!

Partilhar

Chamam-me Fada, ou Encantadora de Bebés! Mas na verdade sou Mãe, Mulher e Enfermeira. 

Sou uma Mulher madura, com formação na área da Saúde (enfermeira), sempre trabalhei no meio hospitalar e em paralelo desenvolvi um projecto pioneiro em Portugal chamado Kuantos Meses (Serviços pré e pós-parto).

Sou mãe de dois filhos, a Joana com 20 anos e o André com 16 anos. Com o crescimento deles surgiram novos interesses, como por exemplo o desporto e a fotografia. Associado ao desporto, uma alimentação saudável e um estilo de vida novo. Recentemente foi-me diagnosticada uma doença Auto-imune – Miastenia Gravis. Uma doença desconhecida para muitos e com a qual eu ainda estou aprender a viver. Sempre fui muito activa e sempre encarei os obstáculos como oportunidades para realizar novos projectos – Agora chegou o momento de fazer nascer o BLOG 

Femme

alimentação, amamentação, apoio na amamentação, bebés, carboidratos, colostro, leite materno, peso bebe, Proteinas, recém-nascido

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *