Cancro da Prostata – Mês Azul

No mês de Novembro, o azul ganha destaque nas campanhas de sensibilização e prevenção do cancro da próstata. Não podia deixar de passar este mês sem falar sobre este assunto.

O QUE É A PRÓSTATA?

A próstata é uma glândula que faz parte do sistema reprodutor masculino que produz parte do fluido seminal. Tem sensivelmente o tamanho de uma castanha e localiza-se por baixo da bexiga e à frente do reto, sendo atravessada pela uretra.

O cancro da próstata é um dos tumores mais frequentes no homem, sendo o risco de desenvolvimento maior, a partir dos 50 anos. É a partir dessa idade que o rastreio anual se torna essencial, até porque a doença evolui, muitas vezes, de forma silenciosa.

Ainda que na maioria dos casos, e num período mais precoce, o cancro da próstata não apresente qualquer sintoma, mas nunca deve descurar os seguintes sintomas: 

  • dificuldade em urinar (disúria)
  • necessidade de urinar frequentemente durante a noite
  • dor ou ardor durante a micção
  • desconforto ou dor pélvica
  • disfunção erétil
  • ejaculação dolorosa.

Ainda não se conhecem todas as causas desta doença, mas estas são as mais evidentes:

  • Idade
    A partir dos 40 anos, nos homens com familiares de primeiro grau atingidos pela doença, e dos 50, nos sem antecedentes, aumenta a possibilidade de desenvolvimento deste tipo de cancro. Aconselha-se, portanto, a realização de um diagnóstico precoce.
  • Hereditariedade
    O risco de ter cancro na próstata é duas a cinco vezes superior nos homens com um familiar em 1º grau atingido pela doença.
  • Ser de raça negra
    Ainda que a razão não seja conhecida, a experiência mostra que os homens de raça negra registam maiores probabilidades de lhes ser diagnosticado este tipo de cancro e apresentarem a condição mais severa da doença;
  • Alimentação
    Algumas pesquisas indicam que a ingestão excessiva de gorduras animais e laticínios aumentam o risco de desenvolver a doença.
  • Outras questões
    A obesidade, o sedentarismo, o tabagismo, as doenças sexualmente transmissíveis, a hiperplasia prostática ou a vasectomia podem também ser responsáveis pelo aparecimento deste tipo de cancro.

Evitar o cancro da próstata não é possível a 100%. Mas é possível prevenir!

É essa a mais-valia do exame físico – toque retal, que permite identificar eventuais anomalias na próstata. Avaliação do PSA – é uma análise ao sangue para medição do PSA (substância produzida por esta glândula do aparelho reprodutor masculino e que, consoante os níveis no sangue, é indicador de determinada patologia). Exames de imagem (ecografia prostática transretal e, mais recentemente, a ressonância magnética prostática multiparamétrica). O diagnóstico definitivo depende da realização de biópsia prostática transretal ou transperineal.

Prevenir passa também por uma dieta equilibrada, com consumo reduzido de gorduras e carne vermelha e aumento da ingestão de frutas e legumes, em particular do tomate, da melancia e da papaia, ricos em licopeno (composto antioxidante). Já da soja e do grão de bico, obtêm-se isoflavonoides, que inibem o crescimento das células malignas, propriedade também das catequinas, presentes no chá verde.

Reforçar o aporte de minerais (como o selénio e o zinco) e de vitaminas (como a E e a D), através dos alimentos ou de suplementos dietéticos, é outra das medidas importantes.

Recomenda-se ainda a realização regular de exercício, aproveite para fazer uma caminhada ao ar livre (a exposição ao sol, aumenta a produção de vitamina D, que também é importante na prevenção)

Nos últimos anos, o número de homens que morrem por cancro da próstata decresceu. Não é claro se o rastreio da doença aumenta a hipótese de viver com cancro da próstata com qualidade de vida ou se diminui o risco de morrer da doença. Contudo alguns estudos apontam que o rastreio tem a sua influência neste número.

Agora que está informado, já não há desculpas para consultar o seu médico!

Partilhar

Chamam-me Fada, ou Encantadora de Bebés! Mas na verdade sou Mãe, Mulher e Enfermeira. 

Sou uma Mulher madura, com formação na área da Saúde (enfermeira), sempre trabalhei no meio hospitalar e em paralelo desenvolvi um projecto pioneiro em Portugal chamado Kuantos Meses (Serviços pré e pós-parto).

Sou mãe de dois filhos, a Joana com 20 anos e o André com 16 anos. Com o crescimento deles surgiram novos interesses, como por exemplo o desporto e a fotografia. Associado ao desporto, uma alimentação saudável e um estilo de vida novo. Recentemente foi-me diagnosticada uma doença Auto-imune – Miastenia Gravis. Uma doença desconhecida para muitos e com a qual eu ainda estou aprender a viver. Sempre fui muito activa e sempre encarei os obstáculos como oportunidades para realizar novos projectos – Agora chegou o momento de fazer nascer o BLOG 

Femme

alimentação, Avaliação PSA, cancro, Catequinas, Diagnóstico precoce, Dieta equilibrada, Doença, Hereditariedade, Homens, idade, Licopeno, Mês de Azul, Movembro, Prevenir, próstata, Raça Negra

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *