Amamentar em tempos de Covid -19

Nos últimos dias são muitas as mães que me contactam para esclarecer as suas dúvidas sobre Amamentar, nesta fase de Covid-19. Embora há uns dias, já tenha colocado um feed no Instagram, com alguma informação, sobre o assunto, mas fui ler mais!
Partilho convosco que tem havido um esforço enorme das sociedades cientificas nacionais e internacionais para a elaboração de uma norma sobre a amamentação e o covid-19, que evidenciem as melhores praticas sobre este tema.
De tudo o que li (OMS; UNICEF; DGS; International Lactation Consultant Association e a Sociedade Portuguesa Neonatologia) todas elas são unânimes, deve manter-se a amamentação, mesmo na situação de infecção da mulher lactante.

O argumento é que não há evidência que o vírus passe para o Leite Materno.

No entanto, para evitar o contagio de mãe para o filho, recomenda-se:

– a lavagem correcta das mãos, imediatamente antes de a mãe pegar no bebé ao colo. – o uso de máscara durante a amamentação,
– o cumprimento da etiqueta respiratória.

Caso a mãe, não se sinta capaz de amamentar, o leite pode ser extraído com bomba, e oferecido em biberão, copo ou colher, por um cuidador saudável.
A esterilização de todos os objectos usados neste processo devem ser higienizados e esterilizados. Todas superfícies de apoio também devem ser limpas e desinfectadas.
É importante que a mãe esteja esclarecida, e deve ser ela a decidir a manutenção da amamentação.
O leite Materno é a melhor fonte de nutrição para a maioria dos bebés, há quem lhe chame – Ouro liquido! 

Video: Instagram @babies.hd

Partilhar

Chamam-me Fada, ou Encantadora de Bebés! Mas na verdade sou Mãe, Mulher e Enfermeira. 

Sou uma Mulher madura, com formação na área da Saúde (enfermeira), sempre trabalhei no meio hospitalar e em paralelo desenvolvi um projecto pioneiro em Portugal chamado Kuantos Meses (Serviços pré e pós-parto).

Sou mãe de dois filhos, a Joana com 20 anos e o André com 16 anos. Com o crescimento deles surgiram novos interesses, como por exemplo o desporto e a fotografia. Associado ao desporto, uma alimentação saudável e um estilo de vida novo. Recentemente foi-me diagnosticada uma doença Auto-imune – Miastenia Gravis. Uma doença desconhecida para muitos e com a qual eu ainda estou aprender a viver. Sempre fui muito activa e sempre encarei os obstáculos como oportunidades para realizar novos projectos – Agora chegou o momento de fazer nascer o BLOG 

Femme

amamentar, apoio na amamentação, bebés, covid19, etiqueta respiratória, leite materno, mães, OMS, Sociedade Portuguesa de Neonatologia, UNICEF, virus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *