A importância da lavagem das mãos

Lavar as mãos é uma das melhores maneiras, se não a melhor, para prevenir doenças e evitar a sua propagação.

Acreditam que até existe um dia Mundial da Lavagem das Mão? Existe, e é comemorado hoje, dia 15 de Outubro! O Objectivo do dia é motivar as pessoas a lavar as mãos com sabão, com a frequência necessária, para prevenir doenças. A data surgiu como um meio de combater a mortalidade infantil. Este pequeno gesto, mas de tão grande importância reduziu a taxa de mortalidade infantil derivada de diarreias e  de infecções respiratórias.

Se habitualmente, lêem os meus artigos relacionados com cuidados a bebés, sabem que a indicação de lavar as mãos está sempre presente! Mas não é só quando cuidamos de bebés que precisamos de lavar as mãos, temos de o fazer com frequência no nosso dia-a-dia:

  • Antes, durante e depois de preparar uma refeição
  • Antes de comer
  • Antes e depois de cuidar de alguém que esteja doente
  • Antes e depois de tratar de um corte ou ferida
  • Depois de ir à casa-de-banho
  • Depois de mudar fraldas ou limpar uma criança que tenha utilizado a casa-de-banho
  • Depois de se ter assoado, tossido ou espirrado
  • Depois de ter tocado num animal, alimento de animal ou resíduos de animal
  • Depois de tocar no lixo
  • Quando chegamos a casa
  • Quando vamos visitar alguém a um hospital

Estes são apenas alguns exemplos de quando devemos lavar as mãos, esta necessidade varia de actividade para actividade e de profissão para profissão. Por exemplo, no hospitais há uma grande exigência neste campo. Só por curiosidade, digo-vos que os profissionais de saúde tem de fazer anualmente uma formação sobre a Lavagem das Mãos.

Então e como devemos lavar as mãos?

  1. Molhe as suas mãos com água (fria ou quente) limpa e corrente, desligue a torneira e aplique o sabão;
  2. Ensaboe as mãos, esfregando-as uma na outra com o sabão. Certifique-se de que lava também a área das costas das mãos, entre os dedos e as unhas;
  3. Esfregue as mãos pelo menos durante 20 segundos (Precisa de um temporizador? Cante a música “parabéns a você” do princípio ao fim)
  4. Enxague bem as mãos em água limpa e corrente
  5. Seque as mãos usando uma toalha limpa ou deixe-as secar ao ar

Lavar as mãos com água e sabão é na maioria das situações a melhor maneira de reduzir o número de micróbios. Se não tiver à sua disposição água e sabão, utilize um desinfectante de mãos à base de álcool (no mínimo 60%). Estes desinfetantes podem reduzir,  nalgumas situações, o número de micróbios nas mãos, mas não eliminam todo o tipo de germes. Os desinfectantes de mãos podem também não ser tão eficientes quando as mãos estão visivelmente sujas ou gordurosas.

AGORA QUE JÁ SABE, ESTÁ NAS SUAS MÃOS 😉

 

Partilhar

Chamam-me Fada, ou Encantadora de Bebés! Mas na verdade sou Mãe, Mulher e Enfermeira. 

Sou uma Mulher madura, com formação na área da Saúde (enfermeira), sempre trabalhei no meio hospitalar e em paralelo desenvolvi um projecto pioneiro em Portugal chamado Kuantos Meses (Serviços pré e pós-parto).

Sou mãe de dois filhos, a Joana com 20 anos e o André com 16 anos. Com o crescimento deles surgiram novos interesses, como por exemplo o desporto e a fotografia. Associado ao desporto, uma alimentação saudável e um estilo de vida novo. Recentemente foi-me diagnosticada uma doença Auto-imune – Miastenia Gravis. Uma doença desconhecida para muitos e com a qual eu ainda estou aprender a viver. Sempre fui muito activa e sempre encarei os obstáculos como oportunidades para realizar novos projectos – Agora chegou o momento de fazer nascer o BLOG 

Femme

água, cuidados diários, desinfectante, dia mundial da lavagem das mãos, doenças, germes, higiene, lavagem, mão, mãos, micróbios, mortalidade infantil, sugidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *