A Hiperglicemia e a Fertilidade

A insulina é uma hormona (substância química produzida pelo organismo) que tem como função regular a glicose (o açúcar no sangue), resultante da digestão dos alimentos ingeridos. A glicose é essencial à vida. É ela que nos dá energia indispensável para o funcionamento normal dos vários órgãos e tecidos. Para que a glicose possa ser usada pelo nosso organismo, tem de passar do sangue para o interior das células. É aqui, que a Insulina tem um papel importantíssimo. Produzida no pâncreas, a insulina tem o papel de retirar a glicose do sangue e transporta-la para dentro das células. Quando há problemas de produção de insulina ou resistência das células à insulina, estamos perante várias alterações que causam um mau funcionamento  do organismo.

Para quem está a tentar engravidar, manter os níveis de glicose controlados é extremamente importante.

A alta taxa de glicose presente no sangue, é reflexo de uma má alimentação, aliada com outros factores, como o sedentarismo e hábitos não saudáveis.

Algumas das consequências dessa alta taxa de glicose são:

  • Diabetes
  • Síndrome do Ovário Poliquísticos
  • Menopausa prematura
  • Aterosclerose
  • Esteatose Hepática – Figado gordo
  • Abortos
  • Baixo peso ao nascer
  • Prematuridade
  • Infertilidade

Quando os níveis glicémicos se encontram descompensados, e a insulina não faz o seu trabalho, provoca o aumento do açúcar no sangue (hiperglicemia) e distúrbios no metabolismo das gorduras e das proteínas.

Estas alterações tem consequências directas na fertilidade Masculina e Feminina.

Nos homens, pode causar impotência sexual que consiste na dificuldade ou incapacidade para ter ou manter uma erecção do pénis em pelo menos 50% das tentativas. Acredita-se também, que a hiperglicemia, pode  prejudicar a qualidade e produção de espermatozoides.

Nas mulheres, pode levar a uma anovulação crónica, ou seja, uma ausência de ovulação.
Nas mulheres com mais de 35 anos, em que naturalmente a sua reserva ovárica já está mais baixa, não podemos deixar que outro factor, que pode ser controlado com uma alimentação equilibrada, atrapalhe os seus objectivos de alcançar uma gravidez.

Prevenir é o melhor remédio! Em caso de dúvida avalie o seu nível de glicémico no sangue em jejum e consulte um médico.

Partilhar

Chamam-me Fada, ou Encantadora de Bebés! Mas na verdade sou Mãe, Mulher e Enfermeira. 

Sou uma Mulher madura, com formação na área da Saúde (enfermeira), sempre trabalhei no meio hospitalar e em paralelo desenvolvi um projecto pioneiro em Portugal chamado Kuantos Meses (Serviços pré e pós-parto).

Sou mãe de dois filhos, a Joana com 20 anos e o André com 16 anos. Com o crescimento deles surgiram novos interesses, como por exemplo o desporto e a fotografia. Associado ao desporto, uma alimentação saudável e um estilo de vida novo. Recentemente foi-me diagnosticada uma doença Auto-imune – Miastenia Gravis. Uma doença desconhecida para muitos e com a qual eu ainda estou aprender a viver. Sempre fui muito activa e sempre encarei os obstáculos como oportunidades para realizar novos projectos – Agora chegou o momento de fazer nascer o BLOG 

Femme

abortos, aterosclerose, dia mundial da diabetes, diabetes, esteatose hepática, Fertilidade, figado gordo, hiperglicemia, infertilidade, infertilidade feminina, infertilidade masculina, menopausa prematura, prematuridade

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *